Fatores relacionados à resistência bacteriana em pacientes internados em um hospital escola de alta complexidade no estado do Rio de Janeiro

Autores

  • Debora Silva Dourado Faculdade de Medicina de Campos
  • CARLOS EDUARDO FARIA FERREIRA Faculdade de Medicina de Campos FMC

DOI:

https://doi.org/10.29184/1980-7813.rcfmc.275.vol.16.n1.2021

Palavras-chave:

Antimicrobianos, Medicamentos, Resistência bacteriana, Multirresistência

Resumo

Objetivo: Identificar os fatores relacionados à resistência bacteriana no ambiente hospitalar. Métodos: Análise de 69 prontuários de pacientes que apresentaram resistência bacteriana em unidades de internação de um hospital escola nos meses de março, abril e maio de 2018. Estudo do tipo observacional transversal. As variáveis de estudo são idade, sexo, período de internação, diagnóstico principal de internação, unidade de internação, transferência interna e externa, exposições prévias, fatores de risco para colonização, dispositivos invasivos, antibioticoterapia, microbiologia das culturas. A pesquisa foi registrada na Plataforma Brasil e aprovada com o parecer número 2.483.545. Resultados: A faixa etária predominante foi acima de 61 anos, do sexo masculino (53,3%), em tratamento oncológico (30%), com tempo de internação acima de 15 dias. O uso de dispositivos invasivos foi observado em 92% dos pacientes. Os maiores percentuais de resistência dos microorganismos foram observados com as sulfonamidas, tetraciclina e clindamicina. Os antibióticos mais prescritos para o tratamento dos casos de resistência foram a piperacilna + tazobactan, ceftriaxona e ciprofloxacino. Conclusão: A metodologia empregada permitiu identificar que os principais fatores relacionados à resistência bacteriana no local de estudo foram pacientes em tratamento oncológico, tempo de internação superior a quinze dias, fatores de risco como hipertensão, doenças vasculares, tratamento quimioterápico e que utilizaram procedimentos invasivos.

 

 

 

Biografia do Autor

Debora Silva Dourado, Faculdade de Medicina de Campos

Graduanda em farmácia pela Faculdade de Medicina de Campos (FMC)

CARLOS EDUARDO FARIA FERREIRA, Faculdade de Medicina de Campos FMC

Professor do curso de graduação em Farmácia da Faculdade de Medicina de Campos (FMC)

Downloads

Publicado

2021-04-30

Edição

Seção

Artigos Originais