SOROPREVALÊNCIA DE INFECÇÃO PELOS VÍRUS DAS HEPATITES B E C EM DOADORES DE SANGUE DO NORTE FLUMINENSE.

  • Marcos Oliosi Motté Faculdade de Medicina de Campos.
  • Ana Carolina de Souza Lopes Faculdade de Medicina de Campos.
  • Caio Lima de Mello Faculdade de Medicina de Campos.
  • Talles Falqueto Renon Faculdade de Medicina de Campos.
  • Rodrigo da Costa Carneiro Faculdade de Medicina de Campos.
  • Nélio Artiles Freitas Faculdade de Medicina de Campos.
Palavras-chave: hepatite B, hepatite C, prevalência

Resumo

Introdução: Devido à frequente ausência de sintomas em sua fase aguda, a maior parte dos diagnósticos dos casos de hepatites virais é realizada inadvertidamente em doações de sangue ou triagem pré-cirúrgica. Objetivo: Inédito na região Norte Fluminense, o presente estudo definiu a soroprevalência das hepatites B e C entre doadores de sangue do Hemocentro do Hospital Ferreira Machado. Metodologia: Trata-se de um estudo transversal analítico retrospectivo, realizado por meio de análise de dados dos doadores de sangue do Hemocentro do HFM dos anos de 2004 a 2015. Os marcadores analisados foram anti-HBc e anti-HCV (IgG e total). Resultados: Um total de 86.815 amostras foram analisadas. Destes, 54.585 (62.9%) eram do sexo masculino e 32.230 (37.1%) eram do sexo feminino. A prevalência de anti-HBc positivo foi de 2.86% (2488), sendo a faixa etária de maior prevalência de anti-HBc positivo de 40 a 49 anos (25.76%, p<0.0001). Em relação ao anti-HCV, a prevalência foi de 0.67% (581), sendo a faixa etária mais acometida de 30 a 39 anos (38%, p<0.0001). A prevalência de soropositividade para os marcadores anti-HBc e anti-HCV foi maior entre os homens (74.1% e 70.6%, respectivamente). Conclusão: Quando comparadas as prevalências das hepatites virais entre triênios selecionados (2004-6, 2007-9, 2010-12 e 2013-15), notou-se relevante decréscimo (p<0.0001). Observou-se que, quando comparada à média nacional, a região Norte Fluminense apresenta uma baixa positividade para o anti-HCV e valores compatíveis com outras regiões do país em relação ao anti-HBc.

Biografia do Autor

Marcos Oliosi Motté, Faculdade de Medicina de Campos.

Acadêmico da Faculdade de Medicina de Campos

Ana Carolina de Souza Lopes, Faculdade de Medicina de Campos.

Acadêmico da Faculdade de Medicina de Campos

Caio Lima de Mello, Faculdade de Medicina de Campos.

Acadêmico da Faculdade de Medicina de Campos

Talles Falqueto Renon, Faculdade de Medicina de Campos.

Acadêmico da Faculdade de Medicina de Campos

Rodrigo da Costa Carneiro, Faculdade de Medicina de Campos.

Docente da Faculdade de Medicina de Campos

Nélio Artiles Freitas, Faculdade de Medicina de Campos.

Docente da Faculdade de Medicina de Campos

Publicado
2018-06-29
Seção
Artigos Originais